domingo, 11 de setembro de 2011

lost in translation I

Se há coisa que adoro (ironia, muita ironia aqui injectada faz favor) é os títulos que dão aos filmes em português. Ora por exemplo:

"How-to-make-a-quilt", tradução: "Como fazer uma colcha", certo? Naaaa. O filme em português chama-se "Onde reside o Amor". Mas vá, este nem é muito mau, foge muito do título original mas depois de ver o filme até tem lógica. E por amor da santa, também quem é que queria ir ver um filme chamado "Como fazer uma manta"? Não é propriamente um título chamativo. Confesso que "Onde reside o Amor" soa-me a título de novela da tvi e não ia ver, muito piroso, e vá, o filme é piroso mas não daquele piroso yucky, é tolerável. Por isso gente que está encarregue de pensar numa tradução para os nomes dos filmes: work harder people, work harder.

E pronto, é isto, irrita-me e parece-me que começo aqui uma rúbrica porque há mais uma centena de títulos de filmes altamente decepcionantes.

1 comentário:

Tulipa disse...

Este é mesmo do piorio que existe :)